Redemoinho de fogo

O ar seco que atinge o estado de São Paulo causou um fenômeno que assustou moradores de Araçatuba, a 530 km da capital. Um raro redemoinho de fogo se formou em meio a uma pastagem. As imagens é até impressionante, devido a altura das chamas.

O fato foi registado no domingo (22). O evento teria sido provocado por ventos fortes e secos. Mas não podemos esquecer que estão sendo comuns registros de queimadas, nos últimos dias, na região, devido a existência de pastos e inúmeras plantações de cana-de-açúcar.


10 comentários. Deixe o seu clicando aqui!:

FOXX disse...

ah, mas isso na verdade é normal...

Rafael Lopes disse...

Pode ser normal em outros lugares, não aqui na região!

Erica Ferro disse...

É o que eu digo: o fim do mundo, em 2012, não parece mais ser tão idiota assim, parece até fazer sentido, rs.
Tô com medo, tô com medo.

Diuân Feltrin disse...

Sinistro e medonho!!!

railer disse...

parece coisa do sinistro... hehe

Rafah G. disse...

gosto do seu blog, não precisa agradecer não aushaushauhsauhs
beijo e aparece mais vezes

Rafah G. disse...

drama king ... auhsuhs seguindo

Ágatha disse...

Putz, adorei seu blog, Rafa, parabéns! Quanto à iminente desertificação da nossa região: é desesperador! Mas cada um de nós pode mudar essa realidade. Já sabemos o que precisamos fazer... Bjo grande, lindo.

Gabriel Von Borell disse...

Acho que a diretoria do Santos tomou uma atitude completametne equivocada e que pode comprometer qualquer pretensão de título brasileiro !

Abraços .

Anônimo disse...

Não é só redemoinho que tem em Araçatuba...

Laços de Família - Folha da Região e a irmãzinha Tieza

A vereadora Tieza, que é irmã da dona do jornal Folha da Região, parece não estar muito atenta às notícias veiculadas pelo periódico da parente, pois a edil apresentou um requerimento na sessão da Câmara desta semana pedindo informações que o jornal já havia noticiado em 5 de setembro deste ano, sobre a Praça do Idoso.

O requerimento não foi aprovado pelos vereadores porque as informações já tinham sido publicadas e porque os parlamentares trataram de esclarecer (reiterar) que a praça será inaugurada até o final do ano e que ela “ainda não saiu do papel” graças a mudanças propostas pelo Governo Estadual (comandado pelo partido daquele cara que quase morreu por conta de uma bolinha de papel) e por causa das eleições.

Com anuência do periódico regional, o pseudo-jornalista que escreveu a matéria (ele não deve prestigiar muito matérias dos seus colegas, porque se tivesse lido o texto publicado sobre o assunto talvez não julgasse tão relevante o requerimento da vereadora) deu espaço exagerado a algo pequeno, colocando Tieza como a grande injustiçada... Coitadinha! (Imaginem se a Tieza tivesse sido agredida por uma perigosa bolinha de papel!...)

Causa estranheza o tratamento que a Folha dá aos importantíssimos requerimentos da vereadora do PSDB. Torcemos para que a mídia exerça o seu papel de informar com independência, pensando no bem comum, não como assessora de pessoas próximas... Sentimentos à parte, família é família e notícia é notícia. É como separar o público do privado...

A Folha da Região já tem prestado serviço destacado à boataria, por meio da coluna Periscópio, com apoio não muito velado a determinados políticos. Não consegue nem ser discreta. O pseudo-jornalista Sérgio Guzzi, por “dever de ofício”, tem sido cabo eleitoral permanente de Tieza e Edna Flor, principalmente. Tudo bem, isso não é pecado. Todo mundo tem o direito de trabalhar para quem quiser. Mas seria mais ético e sincero deixar isso claro. Os leitores merecem. Ser parcial não é errado, todos somos.

Pelo verdade em Araçatuba.