A guerra entre as grandes

A guerra entre duas grandes emissoras da televisão brasileira está declarada. E não é para menos. A Rede Record têm crescido muito nos últimos anos incomodando suas concorrentes. O alvo principal era o SBT, líder absoluto na segunda posição do ibope. Meta cumprida, porque não alcançar a Rede Globo?

Pois bem, armas calibradas e prontos ao ataque, conseguiram. E surpreendendo à todos, atingiram o alvo muito rápido. Como foi divulgado, a programação desta terça-feira (11) da Record venceu a Globo. O realty show "A Fazenda" ficou em primeiro lugar, batendo quatro programas seguidos da rede líder de audiência do País: Toma Lá, Dá Cá (10 minutos), Profissão Repórter (inteiro), No Limite 4 (inteiro) e Jornal da Globo (5 minutos). Tá certo que a Record está longe de tomar o posto da Globo, mas já foi um grande começo.

Sem mesmo imaginar que essa devastação poderia ocorrer, a Globo se adiantou e começou a atacar a emissora o dono da Record. Em uma super mega ultra longa reportagem, o Jornal Nacional divulgou a reabertura de ação criminal determinada pela Justiça contra o bispo Edir Macedo, por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Veja:




Em resposta, a Record divulgou hoje (12), no Jornal da Record, material que na minha opinião é válido e contêm informações verdadeiras sobre o monopólido da Globo. Em toda a reportagem, o repórter argumentou o ataque com possiveís motivos que levaram a outra emissora a veicular o fato. Veja:




Não estou querendo dizer que a Record está correta. Se o Edir Macedo realmente se envolveu em lavagem de dinheiro, desviando os recursos que deveriam ser investidos em obras das igrejas, acho mais do que justo que ele seja julgado por seus atos e não fique impulne. Mas há de se concordar que a Globo sempre manipulou informações, abstendo-se de divulgar fatos relevantes. Um monopólio que sempre esteve ligado a elite brasileira, portanto, sempre no poder.

Isso não é Jornalismo galera. Um ataque entre emissoras apenas diminui a credibilidade dos profissionais. O papel do jornalismo não é formar um "barraco" ou "circo". Segundo a professora universitária e blogueira Ayne Salviano do blog "Mundo dos Jornalistas", quando informações são produzidas para o showjornalismo, a imprensa perde seus dois papéis históricos: "o ideal de esclarecer os cidadãos, e de ser o meio de defesa dos interesses da sociedade contra quaisquer violações ou abusos".

Depois que o blogueiro Raphael Cordeiro do blog "Um mundo meio estranho" postou sobre o assunto, decidi escrever tudo que penso. Como viram, minha opinião diverge da dele. Ele acredita que tudo não se passou de um barraco e que a Record não trouxe argumentos conclusivos para defender o bispo, apenas tentou difamar a Globo.

E você, o que acha de toda essa discussão? É correto aceitar a dominação dos mandatários televisivos? Deixe sua opinião nos comentários, afinal, o leitor deve formar sua própria opinião a partir de fatos e argumentos que são apresentados.

15 comentários. Deixe o seu clicando aqui!:

Paula Tavares disse...

Oi Rafa! Eu estou precisando muito falar com você. Já te adicionei no msn.
O meu é paulatavaresbh@hotmail.com

Entre em contato comigo o mais rápido que puder ok?

Beijos.

Ph! disse...

Não é valido não Rafa, me diga qual argumento a Record usou para defender o Edir Macedo e a IURD?!
Nenhum porque a mesma nem tentou defende-los.

Paula Tavares disse...

Oi Rafa! Eu estou precisando muito falar com você. Já te adicionei no msn.
O meu é paulatavaresbh@hotmail.com

Entre em contato comigo o mais rápido que puder ok?

Beijos.

Larissa. disse...

A Rede Globo não é nenhuma filantrópica boazinha. Tem um passado negro, mas não comparo com as atrocidades da Record e do seu dono. Foi uma festa de roubos e falcatruas...
Ridículo. Ao menos, finalmente, o ministério Público agiu de alguma forma. Espero que não acabe em pizza!

bjs
;**

railer disse...

realmente é uma questão que rende muito assunto. talvez o mais importante fosse a imparcialidade na divulgação dos fatos, mas acho que é difícil, todos acabam sempre tomando um lado. daí cabe a nós julgarmos as coisas, com base nos que nos é passado.

Relly Menezes disse...

A liderança causa DESESPERO...
sem mais

Cleber_mc disse...

Na boa Rafa, hoje está muito além de informar, o papel histórico bem citado por Ayne Salvianom etc...tem que vender, doa a quem doer, e sem a mínima importância em atacar a concorrência.

Fico contente em ver os jornalistas que conheço com uma visão mais esclarecida e ideal sobre informação, pena que na maioria das vezes nada podem fazer.

O sistema dita as regras.

Parabéns pelo post Rafa
[]`s

Wilian Bincoleto Wenzel disse...

Olá Rafael!

Primeiramente, gostaria de agrader-te pela visita e pelo comentário! Volte sempre que quiser!

Ouvi lago disso ontem na TV, mas te digo com toda sinceridade que esse papo de TV não me interessa nem um pouco, mas pelo pouco que vejo de TV, posso dizer com todas as palavras que a Globo é sim uma emissora formadora de "pessoas engessadas". Molda mentes e opiniões para bem próprio, isso é fato! Agora a briga entre as duas... Rsrs' Que perca a "menos pior".

Muito bom seu blog! Já está linkado!

Forte Abraço!

Rafaela disse...

Oi Rafa! Gostei do seu texto...E como o programa da própria Rede Globo diz: " É Toma Lá Dá Cá". A Rede Globo abusa da audiência e de certa forma da sua credibilidade, tentando manipular a sociedade com informações que, as vezes são abusivas. Não estou defendendo o Edir Macedo, mas vamos concordar que a Record está superando a Globo em relação a jornalismo.Se, de um lado o JN perde 10 min para noticiar uma matéria do concorrente, é porque a coisa não está boa e quem perde com tudo isso, somos nós! Um abraço.

Diuân Feltrin disse...

A FAZENDA é o único grande sucesso da Recópia... Todos os demais programas são sustentados por esse reality show. Compare o IBOPE minuto a minuto e você verá que a emissora ainda perde para o SBT quando compete com Chaves, séries da tarde, Cinema em Casa, Casos de Família, Ratinho, Domingo Legal e Silvio Santos... Traduzindo: ainda é a emissora C!
Quanto ao barraco, sem comentários... Duas emissoras sujas...

Ben Oliveira disse...

Acho patética essa richa entre as emissoras de televisão. Mais patéticos ainda são os reality shows produzido por eles, ao meu ver só assiste quem é desocupado. Não há nada produtivo nesses programas...

Lucas Tosta disse...

Olha eu aqui Rafa!.. hehe.. demorei mas apareci, muito boa essa sua colocação da "guerra" entre Globo e Record!

Lucas Matheus de Carvalho disse...

Rafael, é verdade que a Record tem crescido e é natural que isso cause insegurança na concorrência. Entretanto, audiência se mede (pelo menos deveria ser assim) pela criatividade dos programas e não protagonizando verdadeiros escândalos no ar. É difícil tomar partido desse embate, pois infelizmente as duas emissoras possuem um histórico polêmico, cheio de fatos lamentáveis.

Ayne Regina Gonçalves Salviano disse...

Rafa, mais uma vez minha expectativa é de que o público se posicione. De preferência, desligue a TV e vá ler. Abs.

Fabrícia Lopes disse...

As duas são uma merda! Fiquem na net!

bjos