As aparências sempre enganam

Bom a história que será contada neste post acredito que todos já conheçam. Porém, nunca é demais repetir para que nos sirva como lição de vida.

Infelizmente temos o grande defeito de pré-julgarmos as pessoas pela aparência, condição social e até mesmo pela cor, antes mesmo de as conhecermos. E quando essas pessoas tem a oportunidade de mostrar suas qualidades, acabam surpreendendo a todos e conquistando o carinho, reconhecimento e a atenção.

Foi assim com a escocesa Susan Boyle, uma senhora de 48 anos, feia, gorda e desajeitada, que participou do "Britains Got Talent 2009", um reality show britânico. Ela tinha um sonho: ser cantora profissional. A princípio, ela foi motivo de gozação pelos jurados e todo o público, pelo seu jeito e sua idade avançada.
  • A primeira participação de Susan no programa foi emocionante. As mesmas pessoas que a julgaram, no final a aplaudiram em pé. Confira:

"Nunca me deram uma chance antes, e espero que isso mude"
, disse Susan Boyle aos jurados. E mudou. Apesar de não ter vencido o programa, e ficado com a segunda colocação, ela quebrou todo o tipo de preconceito, nos deixando um grande ensinamento.

  • Em reportagem recente, o Fantástico contou a verdadeira história de Susan, que ficou internada numa clínica psiquiátrica após perder o programa.

E neste domingo (26), o Fantástico mostrou entrevista exclusiva com a ex-participantes, três meses após o final do reality show. Susan falou da fama, futuro e do sucesso. Clique aqui para ler a matéria completa.

Moral do post: Não julguem as pessoas por aquilo que elas aparentam ou o que elas são. Os pré-julgamentos fazem com que percamos pessoas incrivéis, que podem ser nossos melhores amigos e nos ensinar muitas coisas.

10 comentários. Deixe o seu clicando aqui!:

Paula Tavares disse...

Olá Rafael! Vou seguir você também! Fiquei um tempo sem atualizar,mas voltei hoje. U grande abraço!

Paula Tavares

Paula Tavares disse...

Ah respondendo sua pergunta do outro post, eu sou da Igreja Presbiteriana do Brasil. E a música do André é mesmo uma benção. E você?

Abração!

Paula Tavares

Ál disse...

Infelizmente faz parte da natureza do homem julgar o livro pela capa, ainda bem que aquela história de que a primeira impressão é a que fica é falsa!!!
Quanto a Susan Boyle, é incrível, mas a história dessa mulher nunca cansa e toda vez que a vejo cantando I Dreamed a Dream do musical "Les Miserables" eu fico arrepiado =/

Nilma Ruas disse...

Rafa, a mulher tá mudada mesmo!!!
Bem dito o ditado...Não existe gente feio, existe gente pobre!!! rs rs.
Bjão.

Diuân Feltrin disse...

Realment eela é incrível. Pena que estereótipos de padrão de beleza dominam a mente da totalidade...

Gabriel Von Borell disse...

Muito obrigado pelo comentário lá no blog . Também to seguindo aqui !

Abraços .

Paula Tavares disse...

Sou formada sim. Estava trabalhando na área,trabalhava na produção e apresentação do programa Prosa de Minas veiculado em cidades do interior de Minas.

Beijão

Paula

Tiago Cunha disse...

até que a Susan Bode ficou melhorzinha neh....abraços rafa

Gi Manttovann disse...

Um único comentário: Nunca julgue um livro pela capa....

Eduardo disse...

A Susan Boyle realmente foi um grande exemplo de que não devemos jugar pela aparência. Ela chocou o mundo com a beleza da sua voz e com a sua simplicidade.
Adorei o blog Rafa!

Abraço